Multidões estão lotando a Igreja Matriz de Pato Branco, para despedir-se de Frei Nelson Rabelo.



Sepultamento será as 18:00h, para dar tempo de chegarem familiares, de São Paulo e Minas Gerais.






Frei Nelson rabelo, celebrando o casamento de
Ivanio Felini e Jussara Wrobel.




Anos 1980.



E quem disse que Frei Nelson vai morrer...
Após meses acamado em hospital de Pato Branco onde se recuperava de cirurgia no cérebro, faleceu neste 17 de outubro às 17h00, Frei Nelson Rabelo.

Mineiro, frei franciscano, jornalista, homem de comunicação, do rádio, culto, palestrante, sábio aconselhador, Frei Nelson marcou as vidas de todos nós que convivemos com ele desde o ano de 1970...

Uma grande tristeza para a comunidade pato-branquense.

Na foto, Frei Nelson com a jornalista Marilena Chociai Rizzi, uma de suas discípulas no jornalismo.

A frase acima é de um fotógrafo francês, dita na semana passada.

Uma boa justificativa.

 Também, por razões históricas,  resgate de velhos companheiros, pela cultura criativa, ou (Rudi)  "paixões não de todo resolvidas, não vividas no passado pato-branquense".

Livro em fase final: 

                      REVOLUÇÃO 70 - Linguagem Criativa de Pato Branco;  histórias e estórias da geração 1970 (com amigos que já morreram).

*Inicitiva de Rudi Bodanese com  Alceo Rizzi.

E, Ivanir José Bortot, Denise Cardoso, Chico Piva, Maria Inês Favetti de Carvalho e outros.

Brasília teve recorde histórico (para outubro) ontem, com 37,3 graus.


Todos os últimos governos foram nefastos para o clima:

Não exite política de educação ambiental no Brasil nas esferas federal, estadual e municipal.

Ora, na Europa as cidades estão diminuindo o uso de diesel, apertando o cerca contra veículos velhos e poluentes. Bem como investindo em transporte público de qualidade, veículos híbridos e elétricos.

Amsterdã (capital da Holanda) tem 800 mil habitantes e 900 mil bicicletas.

E aqui no Brasil o que estamos fazendo para diminuir essa tragédia? Quais as temperaturas vamos enfrentar nesse verão..? 

(Rudi). *Escreva para postar aqui: e-mail: grupo@rudibodanese.com.br
JOARTE: 2ª EDIÇÃO – LITERATURA E ARTE BIBLIOTECA JOANA CORONA; e LEIA MULHERES – SARAU LITERÁRIO; 

LOCAL: CEU DAS ARTES de PATO BRANCO; Rua São Francisco S/Nº, Pato Branco; (46) 3220-6032 
e-mail:
ceu@patobranco.pr.gov.br (para inscrições).
PROGRAMAÇÃO:

26/10/2017

9h as 12h: OFICINA DE DESENHO – JESSICA POLETTO (20 VAGAS)
9h as 12h: OFICINA DE BORDADO SUBVERSIVO – CARLA SOARES (8 VAGAS)
14h e 15.30: CONTAÇÃO DE HISTORIAS PARA CRIANÇAS (2 TURMAS DE 6 A 10 ANOS) – (MAURICIO MACULAN).

14h as 17h: OFICINA DE ARTES VISUAIS: PRODUÇÃO ARTÍSTICA EM STENCIL E ENCADERNAÇÃO – SILVIA DA SILVA (20 vagas).
14h as 17h: OFICINA DE ARTES VISUAIS: XILOGRAVURA– THALITA SENAJES (15 VAGAS)

27/10/2017:

9h as 12h: OFICINA DE DESENHO – JESSICA POLETTO (20 VAGAS)
9h as 12h: OFICINA DE BORDADO SUBVERSIVO – CARLA SOARES (8 VAGAS)
14h e 15.30: CONTAÇÃO DE HISTORIAS PARA CRIANÇAS (2 TURMAS DE 6 A 10 ANOS) –  (MAURICIO MACULAN).

14h as 17h: OFICINA DE ARTES VISUAIS: PRODUÇÃO ARTÍSTICA EM STENCIL E ENCADERNAÇÃO – SILVIA DA SILVA (20 vagas).
14h as 17h: OFICINA DE ARTES VISUAIS: XILOGRAVURA (arte de entalhe em madeira) – THALITA SENAJES (15 VAGAS)

28/10/2017:


14h: SARAU DE LITERATURA com AUTORAS LIDAS NO PROJETO LEIA MULHERES EM 2017;PERFORMANCE POÉTICA COM PAULA GRANADO; LANÇAMENTO REVISTA  CANGURU N. 3 (Editora Medusa/Ctba ) com conto inédito de JOANA CORONA; MUSICAS/CLIPES  e VOZ E VIOLÃO com  MILENA POSSAMAI 
15.40h: APRESENTAÇÃO PEÇA TEATRAL GRUPO DO CEU DAS ARTES
16.30h: APRESENTAÇÃO DO GRUPO DE HIP HOP DO CEU DAS ARTES;
17H - HOMENAGEM DO ARTISTA PLASTICO KALU - BUSTO JOANA CORONA NA BIBLIOTECA.

17.30h: SHOW MUSICAL COM A BANDA DE BULHO.
14h as 18h: EXPOSIÇÕES DOS TRABALHOS REALIZADOS NAS OFICINAS. 
14h as 17h: TATUAGEM ARTISTICA (definitiva) e pintura de rosto (fantasia) – MARIA FERNANDA FRACASSI.

Rosa Passos, intérprete de música popular brasileira.

Show nacional Rosa Passos - Homenagem a Tom Jobim (CIC Florianópolis).

Acompanhada de piano, clarinete, baixo acústico e bateria, Rosa (para um leigo) leva o público junto com sua voz baixa, rouca, fanha, aguda, grave e forte.

Com seus músicos, transformou samba e Bossa Nova em jazz, em uma linguagem que envolve os mais sensíveis ouvidos e nos faz acreditar que a divindade faz performance no palco e a humanidade é viável. 

(Rudi)

A revista Ontop, através do experiente colunista Erlindo Rosa trará à partir deste 20/10, páginas de memória de (nossos queridos) Francisco Waldemar e Nair Giordani.

Na foto ao lado eles estão com os filhos Luiz, Vanderlei e Silvana

Ainda tiveram a filha Vivian que não está na foto.
EVENTO COMEMORATIVO DOS 60 ANOS DA REVOLTA DOS POSSEIROS NA UTFPR, CAMPUS DE PATO BRANCO.

Organizadores: CEPAD (Grupo de pesquisa e apoio ao desenvolvimento regional) e PPGDR (Programa de Pós- graduação em desenvolvimento regional) da UTFPR Câmpus de Pato Branco.
Objetivo: promover um evento alusivo aos 60 anos da Revolta dos Posseiros no Sudoeste do Paraná como forma de dialogar com a comunidade acadêmica da UTFPR e demais instituições de ensino, bem como, com a comunidade regional, sobre esse importante acontecimento histórico da região, o qual se reflete na dinâmica do desenvolvimento regional até os dias de hoje.
Data: 19 de outubro de 2017 das 15.10 as 21.30h

Local: anfiteatro 
Programação:
15.10 as 15.30 - Músicas temáticas e abertura
15.30 as 16.30 - Teatro com a peça “Revolta dos Posseiros” com o grupo do Teatro Municipal de Pato Branco (diretora: Ingrydy).

16.30 as 17h– Projeção de material audiovisual sobre a Revolta dos Posseiros e depoimentos.
17 as 17.15h–Lançamento do Projeto “Museu Virtual - Acervo histórico sobre a região e a Revolta dos Posseiros” 

17.15 as 17.35h - Divulgação do selo comemorativo (Academia Pato-branquense de Letras e Artes
18.20 as 18.40h – Músicas temáticas 
18.50 as 19.20h -Projeção de material audiovisual sobre a Revolta dos Posseiros 

19.20 as 20.20h - Teatro com a peça sobre a Revolta dos posseiros.
20.25 as 20.40h – Lançamento do Projeto “Museu Virtual - Acervo histórico sobre a região e a Revolta dos Posseiros”
20.40 as 21.10h - Depoimentos de estudiosos e agricultores que viveram a Revolta 

21.10 as 21.30h -Divulgação do selo comemorativo (academia pato-branquense de letras e artes) 
15.10 as 21.20h - exposição de acervo de fotos e banner sobre o tema.

*Agradecimento: professora Hieda Pagliosa Corona 


"E há flores em meu coração, é o tempo..."

Históricas amigas geração 60/70 reuniram-se em Pato Branco ontem 12/10/2017 para comemorar 50 anos de formatura das Normalistas 1967, da Escola doutor Xavier da Silva, Colégio das Irmãs.