Diretamente do Bar do Sabiá na Avenida Tupi neste sábado de manhã.

Com a 
camiseta 2018 do encontro, Esquerda para direita: A lenda Nelson Schavalla, Sílvio Giordani, Damo "Repórter Veneno" Alencar. Rudi Braguini, Ivanor Suttili e Ademir Cantu.


O Bar do Sabiá é um ativo ponto de encontro na Avenida Tupi, adiante do Posto Tigrão, rumo à saída para Coronel Vivida.

Foto enviadas pelo Sílvio Giordani.

Encontro Amigos da Bola Só Nóis Bom: sábado, 25 de agosto no Juventus do Bortot (ao meio dia).

46 99911 1091
(Patonauta presente).


Mais livros de autores pato-branquenses do acervo Patonauta.

Em cima: Elizabeth Maria Chemin Bodanese; Luiz Carlos Borges da Silveira e Márcia Lavarda.

No meio: Vidio Nicolau Inacio; Sittilo Voltolini e Gilson Marcondes.

Embaixo: Leana Feron, Luiz Marini e Andréa Vieira Zanella.





Convite:
Com tantas andanças dele pelo mundo, encontramos o pato-branquense Giles Balbinotti em Angelina, cidade próxima de Rancho Queimado e da grande Florianópolis.

Angelina é muito visitada por sua gruta religiosa e forte presença da igreja católica.

Também uma natureza exuberante, com vales e trilhas.

Na imagem, Giles tem em mãos o livro 1957 A Revolta dos Colonos de Luiz Marini, exemplar que emprestamos a ele.

O local é o aprazível Blumengartenhaus, restaurante e hospedagem sob a administração da Congregação das Irmãs Franciscanas de São José.

Local famoso pela gastronomia, quitutes e licores artesanais produzidos ali mesmo. (48 3274 1080). 

Foto: Rudi

Vamos difundir aqui, todos os livros que possuímos de autores de Pato Branco ou que lá residiram.

Em cima: Victor Hugo Ribeiro, Ivo Expedito Martini e João de Paula.

No meio: José Antonio Rezzardi, Saudino Barbiero e Alceni Guerra.

Embaixo: Erlindo Rosa, Odete Rotava e Neri França Bocchese.

*Acervo Rudi Bodanese.
48 99679 2353
Comemoração em alto nível, na casa da dona Mariquinha e seu Valdomiro Pastro, na esquina das ruas Goianases e Sílvio Vidal, junto ao Colégio Estadual Professor Agostinho Pereira.

Em pé com seu estilo galã: Leomar Zandoná (sem camisa, calça branca), atrás dele Cláudio "Careca" Pastro (camisa azul), Seu Valdomiro (sem camisa com Almor "Tição" Galleazzi e Zeno Tesser (camiseta azul no centro). Júlio Fasolin (sem camisa em pé) Atrás de Júlio, Vitor "Pira" Faggion e Valdir "Soriano" Bernardi.

Embaixo: Deonildo "Boca" Veronese (abaixado bem na esquerda). Celso "Chuá" Bet no centro de óculos. Na Direita Armindo Pastro (encostado no muro).

Duas crianças, eram filhas do Aldo Pastro da família anfitriã, informa Mauro Koth na época, vizinho.
Ano provável, 1979. Acervo do Cali Beti.
Numa iniciativa de Damo Alencar, o Repórter Veneno da Rádio Itapuã AM, a cidade ganhou cinco outdoors com o tema Encontro Amigos da Bola.

A festa de todas as gerações de futebolistas acontece em Pato Branco neste sábado 25 de agosto.
Isolda Viganó Pozza, Rubens Ciro "Boby" Calliari, Darci Berlatto, Hélio Viganó, Nelson Scatola, Irineu Manfrói (e outros que não lembro sobrenome) foram meus companheiro de trabalho  na loja Alberto Pozza Materiais de Construção (casa azul bem na esquerda), da metade de 1970 até o fim de 1971.

Em janeiro de 1972 assumi definitivamente a profissão de fotógrafo até hoje.

Um intervalo do meu começo de fotografia  em 1969 (com José Zanella, em sua Foto Nossa Senhora Aparecida, ou Foto Esporte).

Foto de 1973. Os prédios:

 Alberto Pozza (bem na esquerda); a casa de dois pavimentos cor de rosa abrigava comércio de Luiz Gazzoni, o Banco Bamerindus (prédio claro) e na esquina a Comercial Auto Peças/ Ford.
Na direita, o Grande Hotel e Lavoura Indústria e Comércio Oeste Limitada, da família Parzianello.

(Rudi)

Mais uma histórica em torno do evento ENCONTRO AMIGOS  DA BOLA:

Em pé Olcimar Parzianello (dono da equipe A Esportiva), Edésio Hinfeld, Arlei Faé, Luiz Corona e Beto Beatrici.

Embaixo (.......) Rejes Palaoro, Nilo Garbin (com mascote) e Pedro Paulo Pereira.

 *Foto cedida pelo Sílvio Giordani, uma das lideranças da festa deste 25 de agosto no Clube Juventus do Bortot, ao meio dia.
46 9 9911 1091
*Clóvis Cantu avisou que estava errado número/contato acima. Já correto.

Com o livro PATO... CONFESSO QUE VIVEMOS, escrito por mais de 20 amigos pato-branquense e organizado por Rudi Bodanese e Erlindo Rosa; em processo de diagramação por editora de Florianópolis, procuramos por Terezinha Petrycoski Fontana, que escreveu crônica sobre família Patrycoski.

Agradecemos por informação que possibilite contato. Rudi 48 99679 2353