Ponto de encontro histórico foi o decano Bar do Traiano, comandado pelo seu Leopoldo, figura ímpar com uma grande aptidão de se relacionar. 

                            O bar ficava na esquina da Itabira com Goianazes e foi frequentado por conhecidos pato-branquenses, especialmente a turma do Clube Operário, depois Grêmio Industrial Pato-branquense.         
                                                             
                                                             (Foto:Rudi, década de 80)

Nenhum comentário:

Postar um comentário