Eles acreditaram em um sonho. Transformar o Operário Esporte Clube (rua Itabira, próximo da Tocantins) num grande clube.

                          Pois o Operário evoluiu, comprou uma área de piscina na baixada industrial (em Pato Branco), transformou aquele local num parque esportivo, promoveu uma fusão com o Industrial Esporte Clube e virou o Grêmio Pato-branquense

                          Uma potência em nível de clube aquático e esportivo. Na foto, um grupo, dentre os idealistas e empreendedores do Grêmio: da esquerda para a direita: Anibal Paes, Genir Valmorbida (sentado), Luigi Patriarca, Dolivar Lavarda (sentado, de camisa branca) e Aldino Burin (sentado, camisa preta).
                             
                         As histórias de milhares de pato-branquenses estão ligadas a esses clubes e essas pessoas, além dos outros apoiadores, como as famílias Jancoski, Cadorin, Cegatto, Ársego, Traiano...

3 comentários:

Marlene Rodrigues disse...

Estou procurando informações sobre Anibal Paes, se esta ainda em Pato Branco e como faço para entrar em contato com ele ou alguem de sua familia.

Gerson Padoan disse...

Marlene Rodrigues: Anibal Paes mora com sua esposa no Edifício Jatobá, Rua Tocantins, 2396, Centro, Pato Branco-PR, a meia a quadra do Hospital São Lucas. Quem deve ter o telefone dele é o Barão, (46) 3225-1423, pois são muito amigos. Abraço.

Gerson Padoan disse...

https://www.google.com.br/maps/@-26.2264216,-52.6701669,3a,75y,99.7h,90.08t/data=!3m6!1e1!3m4!1sk4oe-Xah43a2FCNj0E-t_g!2e0!7i13312!8i6656!6m1!1e1

Postar um comentário