Geraldo Vandré, compositor nordestino foi um marco de resistência através da música, ao regime autoritário instalado em 1964.
                             No início dos anos 70 Vandré retirou-se de cena, talvez por obstinação e pressão do regime militar.
                                 E aqui está Geraldo Vandré em foto recente, na cidade de São Paulo, onde vive.
                                 Críticos cobram dele, seu temperamento mau humorado e o radicalismo de suas posições.
                                Chegam a valorizar mais a atitude - por exemplo -  de Chico Buarque, Tom Jobim e até Vinícius de Moraes, que persistiram combatendo de maneira mais branda e dissimulada, a ditadura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário