Da escravidão física da senzala,
      para a escravidão mental da sala. 

Imagem: contextoshistóricos.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário