A professora e historiadora pato-branquense Neri França Fornari Bocchese recebeu da A.C.I.M.A – Associazione Culturale Internazionale Mandala, o reconhecimento por participar da mais recente antologia bilíngue organizada pela associação. Intitulada “Navegantes”, a obra reúne contos, crônicas e poemas de escritores do Brasil e da Itália. 

    No prêmio, que Neri mostra com orgulho, a entidade a agradece “pela maravilhosa contribuição humana para a difusão e valorização da arte e da cultura brasileira na Itália e na Europa” – parabéns, professora! 

    Neri participou das três edições do projeto. Nesta mais recente, publicou o conto “O Nono Luigi”, que descreve um senhor com hábitos gaúchos e sentimentos saudosistas pela sua “bela Itália”, que revê em sonho. Na narrativa, ele relembra a sua terra, assim como as dificuldades enfrentadas na guerra e na miséria, responsáveis pela vinda da família ao Brasil. Não há tristeza, só saudade.  

    Uma história tão nossa, comum aos descendentes europeus. 

    Comum a Pato Branco. 


    Foto: Rodinei Santos. 


Jozieli Cardenal Wolff

Nenhum comentário:

Postar um comentário