- 1965 Foi sem dúvida um ano marcante, não apenas para Pato Branco, mas também para o Brasil.

- Na política: surge a ARENA – Aliança Renovadora Nacional, consolidado como partido político, em sustentação aos governos do Regime Militar, que assumiu o poder após o golpe de 64.

- No esporte é lançada a cartilha alusiva aos cem anos de criação da Confederação Brasileira de  Desportos, CBD. 

Nosso selecionado se prepara para a Copa da  Inglaterra, onde faria  a pior  campanha de todos os tempos, não passou se quer da primeira fase. 

Em Pato Branco; Nasce a Policlínica Pato Branco, um empreendimento dos médicos: Celso Hilgert, Miguel Belmonte, Ildefonso Canto e Luiz Carlos Borges da Silveira;

- O casal Lindolfo e Neusa Dietrich, faz sua primeira viagem ao primeiro mundo. Assistem aos jogos do Brasil na Copa do Mundo.

- Em junho daquele ano é inaugurada a nova Igreja Matriz de Pato Branco
Frei Gonçalo é o pároco; o empresário Alberto Pozza responde pela presidência do Conselho de Pastoral.

- Família Parzianello inaugura no mês de maio o Grande Hotel.

- O jovem empreendedor Nelvo (Ieda) Ody, abre a empresa Paraná Plásticos. E Laurentino (Tide) Vezzaro, a LP Transportes.

- Dia 21 de Agosto, a grande nevasca. Fenômeno jamais visto em  toda o sul.

- O Sport clube Internacional inaugura também no mês de maio, o Estádio da Colina, denominado Frei Gonçalo, pelo seu presidente, o advogado Lamartine Augusto.

- O Internacional conquista o campeonato da LESP – Liga Esportiva Sudoeste Paranaense e perde a final do Paranaense de Amadores.

- Astério Rigon assume  a Prefeitura de Pato Branco em sucessão a Ivo Thomazzoni.

- Internacional realiza mais um grande Baile de Debutantes...

                   *Por, Erlindo Rosa, jornalista social, pesquisador da memória do município, autor de peças teatrais e livros.

 *Foto acima: o médico Luiz Carlos Borges da Silveira no início da Policlinica, em 1965.

Nenhum comentário:

Postar um comentário