O mundo novo e as defesas mentais da humanidade

"Não faltará à verdade afirmar que a cultura atual, tanto no ocidente como no Oriente, formou imensas massas humanas de pessoas que não sabem pensar.

Encher a mente com os pensamentos criados e difundidos pelos falcões da dialética social, política ou religiosa não significa saber pensar. Significa, isso sim, cair na credulidade, deficiência psicológica que cria pessoas submissas à sugestão alheia.

 Sem saberem como instituir suas defesas mentais, homem e mulher estão permanentemente expostos a todas as formas de agressão à sua liberdade, aos seus sentimentos, à sua própria vida.

Daí os quadros de invalidez mental, de enganações, de temores e amarguras que marcam as gerações do presente.
Daí, também, a divisão da família humana nas mais diversas facções rivais, em cujo seio a palavra "fraternidade" não faz mais sentido algum".

                           *Extraído de Logosofia (Em prol da superação humana).

                                                                           www.logosofia.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário