A presidente Dilma Rousseff deveria permanecer no cargo, apesar dos pedidos de impeachment, disse o jornal financeiro britânico Financial Times em editorial nesta segunda-feira.
O texto, intitulado "O descontentamento crescente no Brasil com (Dilma) Rousseff", diz que a presidente está em uma "posição precária" devido à economia e ao escândalo de corrupção alimentado pelas revelações da Operação Lava Jato, mas defende que ela termine seu mandato.
"A presidente deveria permanecer no cargo, apesar dos pedidos por impeachment", diz o jornal. 
                                     Segundo o texto, se Dilma for afastada, será provavelmente substituída por outro "político medíocre" que tentaria implementar as mesmas medidas de estabilidade econômica dela.  
                                                                      Fonte: www.bbc.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário