"Transito da região metropolitana de São Paulo impõe perda de R$ 156 bilhões por ano ao PIB brasileiro".

Cálculo só com base no tempo perdido e na decorrente queda  de produtividade.

Mortes prematuras causadas pela poluição no ar: 3.500 óbitos/ano.

*Dados: Jornal Folha de São Paulo 04/10/2015, coluna Marcelo Leite, caderno Ciência + Saúde.
             
                       Governos, autoridades, especialistas e população precisam repensar logística de transporte. Cadeia de ganho e sobrevivência com mercado de veículos precisa ser transformada.
                    "Em resumo: o trânsito de São Paulo mata muitas pessoas (e não é só nos acidentes), detona a economia e enlouquece o clima do planeta. 
                    Se mudá-lo radicalmente não for encarado como prioridade, o médio e longo prazo serão lugares muito ruins de se viver".
                                                 *Imagem: www.imoveisevoce.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário