O jornal Diário do Sudoeste, através do jornalista Nelson Junior (colaborador deste blog) abordou em sua edição impressa (31/10), matéria sobre sepulturas históricas em Pato Branco.

Fragmentos da matéria:

O túmulo de Pedro Ramires de Mello.

"De acordo com o livro 'Retorno' de Sittilo Voltolini, Pedro Ramires de Mello desembarcou em Pato Branco, entre 1935 e 1938 com esposa e um filho.

 Em 1953 fundou na cidade o primeiro hotel rodoviária, na esquina entre a rua Silvio Vidal e Avenida Tupi.

Foi também o responsável pelo primeiro telégrafo da cidade, e o fundador do primeiro time de futebol, o Duque de Caxias.
                         Faleceu em 26 de março de 1956. Uma das principais ruas da cidade leva seu nome.
                        *Foto, túmulo de Pedro Ramires de Mello: Diário/Nelson Junior


                 Foto deste que pode ser o Duque de Caxias em 1952 ou 53. 

                            Pedro Ramires de Mello "Pedro Xisto" está de dirigente, elegantemente vestido. Muitos conhecidos pato-branquense aí estão.

*Amanhã aqui, a história do Cemitério Paroquial (da matéria).


Nenhum comentário:

Postar um comentário