E assim, pouco a pouco, muitos pato-branquenses passam a existir somente nas lembranças dos que continuam a fazer sua historia. 

Com pesar comunicamos hoje o falecimento de Vitalino Pessatto, ocorrido esta manha. 

Nos anos 60/70, tinha "carro de praça", como se dizia na época. Era motorista de taxi.

Deixa seus filhos: Carlos, Elci, João e Ivan Pessatto e netos. 


Por: Alice Fontana

*Fomos criados em Pato Branco com admiração pelos pais de amigos, que nem sabíamos eram pioneiros no exemplo e na dignidade de viver.

Seu Vitalino Pessatto criou nos anos 80, uma indústria de cera de limpeza, fato que gerou admiração extra para com ele e seus familiares.

                                                                                                                (Rudi).

Nenhum comentário:

Postar um comentário