Abre em São Paulo a primeira roupateca do país

Nesta segunda-feira, 2, foi lançada em São Paulo (bairro de Pinheiros) a primeira loja de aluguel de roupas por assinaturas. Uma espécie de biblioteca, só que de roupas.

A loja traz um novo conceito ao mercado de roupas compartilhadas, muito comum na Europa: é a tendência da roupateca. Trata-se de um espaço de "cofashioning", que mistura lavanderia, loja, bar.

O serviço de roupa "on demand" oferece planos de assinatura.

 Os clientes podem optar por mensalidades de R$ 100, R$ 200 ou R$ 300. Cada plano dá direito ao aluguel de uma, duas ou seis roupas, respectivamente, sendo que o cliente pode ficar com a roupa durante o período máximo de dez dias.

*Um amigo pato-branquense do ramo de vestuário disse (antes desse fato) que em 4 ou 5 anos, não se comprará mais roupa como se faz hoje. Vendo ele, retração nesse ramo.

                          Some-se a isso, venda pela internet, grande redes de magazines, etc...

                                                      **Matéria cima, www.catracalivre.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário