Inconformado com a forma que vem vivendo a vida em vários aspectos, um amigo disse que vai conduzi-la de acordo com o preceito de um cidadão russo, que na década de 80, conseguiu migrar para os Estados Unidos fugindo da vida difícil na Rússia:


"Prefiro passar fome em liberdade nos Estados Unidos, do que comer nos estábulos com os porcos em meu país".

Nenhum comentário:

Postar um comentário