"A vida nos separa talvez dos companheiros, e nos impede de pensar muito nisso. Eles estão em algum lugar, não se sabe bem onde, silenciosos e esquecidos mas tão fiéis ! 

E se cruzamos seus caminhos, eles nos sacodem pelos ombros com belos lampejos de alegria. Sim, nós temos o hábito de esperar . . .

Mas pouco a pouco descobrimos que não ouviremos nunca mais o riso claro daquele companheiro ; descobrimos que aquele jardim está fechado para sempre. 

Então começa nosso verdadeiro luto, que não é desesperado, mas um pouco amargo. Nada, jamais, na verdade, substituirá o companheiro perdido. Ninguém pode criar velhos companheiros. 

Nada vale o tesouro de tantas recordações comuns, de tantas horas vividas juntos.
Não se reconstroem essas amizades. Seria inútil plantar um carvalho na esperança de ter, em breve, o abrigo de suas folhas."

                       Saint-Exupéry, Terra dos Homens. *mesmo autor do Pequeno Príncipe.

                                      Na foto, Cali Beti (falecido dia 11/12/2015 com 56 anos), sua filha Marina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário