Nos primeiros anos da década de 80, com as boas perspectivas do plano cruzado, o carnaval em Pato Branco tomava fortes proporções.

Para ilustrar - na época -  matéria em jornal local, (assinada por Rudi Bodanese), a amiga Gisi Cantu tatuou a amiga Cecê, exatamente com um ousado tema carnavalesco.

Hoje, para reeditar, só um refrão da eterna 
As Pastorinhas do gênio carioca Noel Rosa..

Linda pastora morena da cor de madalena
Tu não tens pena de mim 
Que vivo tonto com o teu olhar
Linda criança tu não me sais da lembrança
Meu coração não se cansa 
De sempre sempre te amar

Nenhum comentário:

Postar um comentário