"Julho de 1946. O Brasil dava os primeiros passos após a Ditadura do Estado Novo e Eurico Gaspar Dutra tentava fazer o país respirar os ares da democracia. 

Foi nesse cenário que o Brasil ganhou, num intervalo de duas semanas, três das principais joias de sua música: Alceu Valença, Toquinho e João Bosco. 

Neste julho de 2016, eles comemoram 70 anos, sem se preocupar como nenhuma marca do tempo.

Fala Alceu:
"O tempo é uma coisa que se descola como um fio/Cordão, elástico, caminho/Estrada que nos transporta. Todo mundo está aniversariando. Agora, inventam a data do seu nascimento para poder dizer alguma coisa. Mas, não, no fundo, a comemoração é a vida. E a vida é todo o dia",

A opinião de Alceu tem o aval de Toquinho:

"As pessoas têm que continuar a viver. De uma maneira honesta, de uma maneira forte. Estudando cada dia a mais, como eu tento fazer, e participando de uma maneira sempre saudável no que faz. Então, essa é a comemoração. É um brinde à vida. É um brinde a estar vivo, acordar bem, poder tocar meu violão, fazer show e ainda compor".

Com mais de 50 anos de carreira, Toquinho se orgulha em chegar aos 70 anos tocando melhor do que nunca. "Eu tenho que estar com a minha mão em dia. Com meu reflexo musical violonístico em dia. E esse reflexo só fica bom quando você estuda diariamente. São frações de segundos, quando você está improvisando, para você colocar uma ideia no instrumento. Isso só com muita técnica. Então eu toco todas as manhãs, quando eu acordo, a primeira coisa que eu faço é pegar meu violão. Mas tudo isso com muito prazer. E esse desafio de pegar uma canção que eu toco há 40 anos. Eu toco ela de manhã, e eu tenho que tocar melhor", conta o músico.

Caçula do trio, João Bosco também segue na ativa. E ele conta que a experiência serviu para torná-lo mais seletivo e rigoroso com sua obra: “eu só olho para trás para não repetir o que eu já fiz. Por isso que os discos vão ficando um pouco mais demorado de fazer. Você passa mais tempo se desviando das ideias musicais que chegam porque às vezes chega muita coisa daquilo que você já fez”.

                    Matéria da rádio: www.cbn.com.br - Frederico Goulart. 
                                                    Imagem: CBN/SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário