Primeira metade dos anos 1970.

Campo do Internacional.

Em pé, Jusa Casagrande (acompanhando a equipe), Jair Comin, Paulo Radaeli, Alemão Dietrich, Luiz Fernando Guerra, Tonico de Abreu, o goleiro Celso Fumagali e Dorvalino Cantu (cartola).

Embaixo: Edson Fereira (massagista), Ney Chemin, Maurício Cardoso, Zeto Carraro e Gaúcho.

O Ney Cemin comenta hoje: "Lá pelas três da tarde eu passava no Hotel Brasil, pegava o Careca (Cláudio Pastro) e a gente subia pra treinar no Internacional".

Isso em dias da semana. Imagina hoje, com a correria que todos estamos envolvidos, quando é que isso aconteceria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário