A Chapecoense, presidida pelo pato-branquense geração 80, Sandro Palaoro vem colhendo até aqui, excelente campanha na Série A do Campeonato Brasileiro de Futebol.

                         O time de futebol,  os vôos diários daquela cidade somados com o potencial industrial, educação etc; vão transformando Chapecó (SC) numa potência.

                       Como disse Iradi Suttili que hoje lá reside, "Para ver os jogos do nacional, vem pessoas do Mato Grosso, Rio Grande do Sul, do vizinho Paraguai, etc..."

Nenhum comentário:

Postar um comentário