... há um segredo transcendente na quieta face dos mortos: não sei que ar de pássaros em viagem, de água de rio a integrar-se no mar. 

Que sobre-humana alegria os transfigura?



Helena Kolody, poetisa brasileira


(12/12/1912 - 15/02/2004)
Filha de imigrantes ucranianos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário