Líderes fajutos da esquerda levaram a política e economia do Brasil para uma outra corrente de poder, que tem atrelada em si também, nova onda de conservadorismo.

Sempre acreditamos que esquerda fosse sinônimo de igualdade entre as pessoas, geração de oportunidade de emprego, mais educação, cidadania e direitos básicos para os cidadãos.

Pensávamos que a esquerda viesse para valorizar mais a cultura nacional, resolver o problema da alienação, educação ampla, direito à saúde digna, oportunidade de crescimento...

Como também, pelo respeito ao meio ambiente, civilidade no trânsito e diminuição da criminalidade...

Por outro lado, há que se torcer para a Operação Lava Jato continue de forma ampla, geral e irrestrita, investigando, apurando, levando a público e condenando todo e qualquer gerador de ilícitos.

A pior corrupção é aquela que não ficamos sabendo.

*Alceo Rizzi (Curitiba) manifestou concordância com o texto acima.

 Falamos que hoje não nos interessa ideologia, mais sim o bom senso de quem luta por pessoas melhores e um país melhor.

                         Chamada site www.folha.com.br neste 31/3/2017:

 Brasil: "Desemprego atinge novo recorde: 13,5 milhões de desempregados"

(Rudi Bodanese).

Nenhum comentário:

Postar um comentário