Udir "Baru" Cantu chegou em Pato Branco na década de 1950. Sempre foi um apaixonado por futebol. Tanto que se transformou num grande ídolo de nosso futebol amador, especialmente na década de 60.

Nunca parou de jogar, pós Internacional de nossa cidade, seja nos veteranos, no futebol suíço, etc.

Nos anos 80 o Clube Pinheiros de Pato Branco tinha dois excelentes campos de suíço, disputados diariamente por sócios jogadores.

Sílvio Giordani era o gerente do Pinheiros e organizava as partidas.

Baru ligou para dar seu nome numa tarde e foi avisado pelo Sílvio que os times estavam completos.

No dia seguinte, lá pelas 7:45h da manhã ao chegar no Pinheiros Sílvio foi surpreendido por uma ligação: 

- "Ô arigó! bota meu nome aí. Vamo fazê uma só nóis bom"!

Nenhum comentário:

Postar um comentário