Iradi Suttili em 1958.

Ele nasceu em Itatiba (RS) e com 18 anos veio com a família para São Lourenço D' Oeste (SC) para uma sondagem de terreno, mudando-se depois para Pato Branco em 1960 onde ficou conhecido em décadas de residência.

Naquele 58 da foto ao lado, Iradi, seu irmão Vilmo e o primo Armandinho foram até a cidade de Joaçaba (SC) sondar a questão emprego.

Antes disso - por segurança - fizeram um trabuco (arma artesanal com cabo de madeira, cano de ferro e gatilho. Pólvora e chumbo eram socados no cano).

Foram para Pato Branco e dalí, com o ônibus da Covaleski até Caçador (SC) onde fizeram baldeação para Joaçaba. Não de ônibus mas de trem.

Logo depois que a locomotiva de passageiros partiu, um veio em cara gritando pelo corredor: 
- "Oia a revista! oia a revista!".

O Iradi com o trabuco na cintura não vacilou e jogou o mesmo pela janela temendo passar por uma revista.

Aí chegou o cara: - "O senhor não quer comprar revista?" e o Iradi: - "E o senhor não quer ir pegar meu trabuco que eu joguei pela janela?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário