Folha: Há uma virada conservadora em curso?

Gil: "Isso é fruto do fortalecimento dessa ideologia do produtivismo, da intervenção materialista sobre a natureza.

De um lado, esse conceito de exploração e acumulação; Do outro, igualdade, liberdade e fraternidade, os grandes lemas das grandes revoluções. É isso que está sob ameaça.

A causa disto é o materialismo embrutecedor. Cada vez mais consumo, ostentação, luxúria.
O homem não se contenta consigo mesmo; 

Não se volta mais generosamente para os recantos calados do próprio ser, onde encontraria identificação com o todo".

*Gilberto Gil (foto Folha de São Paulo) em matéria de 3 páginas sobre 50 anos da Tropicália (edição de 09/04/2017).

Nenhum comentário:

Postar um comentário