Relato sobre funeral de Fidel Castro ganha livro
Três jornalistas da Região Sul viajaram até Cuba para acompanhar os cortejos. Projeto passa agora por financiamento coletivo e vai virar o livro “YoSoy Fidel”.

(Fotos: Gibran Mendes, Leandro Taques e Tadeu Villani  - créditos individuais nos arquivos)

No dia 26 de novembro do ano passado Fidel Castro morreu em Havana. Enquanto o mundo voltava os olhos para a pequena ilha que ousou afrontar o capitalismo com sua versão sui generis de socialismo tropical, três jornalistas independentes da Região Sul – dois paranaenses e um gaúcho- resolveram ver de perto o que estava acontecendo. Gibran Mendes, Leandro Taques e Tadeu Vilani cruzaram Cuba acompanhando o cortejo funerário. 

Foram nove dias e mais de dois mil quilômetros viajando por terra a bordo de um Dodge 56, um dos famosos e velhos carros presentes no país. O resultado será publicado no livro “YoSoy Fidel” que trará 120 páginas repletas de histórias e fotografias.

*Domingo aqui, nova postagem sobre esse projeto. *Foto acima: Jibran Mendes.

 Agradecimento: Sandra Maria Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário