José de Alencar, nasceu em Mecejana Ceará em 1829. Considerado uma das joias literárias raras do Brasil.

A valorização do índio foi um dos aspectos mais presentes em sua literatura romântica, no que se refere ao propósito de afirmação de nossa nacionalidade.

Obras:
Romance indianista:
Guarani (1857)
Iracema (1865)
Ubirajara (1874)

Romance histórico:
As Minas de Prata (1865)
Alfarrábio (1873)
A Guerra dos Mascates (1871-1873)

Romance regionalista:
Gaúcho (1870)
Tronco do Ipê (1871)
Sertanejo (1875)

*Alencar escreveu ao todo 21 romances.
dedicou-se à literatura, ao jornalismo, à advocacia, foi funcionário público, político e Ministro da Justiça.
Morreu em dezembro de 1877.

Nenhum comentário:

Postar um comentário