Escreve José Luiz Bet, outro discípulo de Frei Nelson:

"Era nesta sala, lado esquerdo (não aparece na foto), um simples computador com um par de caixas de som para retorno, um pedestal com microfone da Audiophile e uma mesinha de som da Behringer com 8 canais. 

Frei Nelson e eu editávamos ali o programa noturno da Rádio Celinauta. Ele, um mestre! Eu, um simples aprendiz. E como aprendi! No pouco tempo que convivemos e trabalhamos juntos neste "Home Studio", aprendi mais que em 5 anos de faculdade. 

Vi que de maneira extremamente simples, sem gastar fortunas em equipamentos importados "topo de linha" podia-se fazer mágica! Vez por outra, o toca-discosTechincs da estante era acionado: colocava-se nele um bom disco de Jazz ou Blues, estilos preferidos do frei. 

Não que usássemos no programa, era apenas para curtir uma boa música mesmo.
Mas vida de Padre é assim, chega o dia em que é "transferido" para outras paragens, há uma nova missão que precisa ser cumprida. Tristeza? Não, mas muita saudade! 

Muito obrigado por todo o ensinamento que o senhor me deu, FREI NELSON RABELO! Vá com Deus e sucesso na sua nova empreitada.

 Nos vemos por aí"! 

Um comentário:

Arte- natureza- sustentável disse...

Um dia passam semanas meses anos)" vem anoitecer amanhecer e assim vai passando nossa vida.
Somos partes da Natureza 🌹 simples e singela.
O caminho quem escolhe somos nós.Junto com nosso livre arbítrio e escolhas.
A vida é bela.
Frei Nelson trilhou e com seu amor espalhou por onde andou.
Sou grata...
Só eu e ele sabemos o porquê!
Obrigada Frei desejo muito que estejas num jardim florido encomenda anjos protetores dizendo:
Você fez bom trabalho 🙏🙏🙏
Amém

Postar um comentário