Poucos filmes representam uma declaração de amor tão intensa a um artista quanto Com Amor, Van Gogh. A começar pela forma como foi conceituado: estreando a técnica da animação a partir de pinturas a óleo, seguindo o mesmo estilo do próprio homenageado. 

Ou seja, mais do que contar sua história era necessário apresentá-la sob seu ponto de vista tão particular, que fez com que o pintor se tornasse cultuado após sua morte. O resultado, visualmente falando, é deslumbrante.

Inspirada pelas mais de 800 pinturas que Van Gogh fez ao longo de oito anos, a animação revisita locais e personagens recorrentes de seu portfólio para construir uma investigação que, além de contar a história do pintor, esmiúça o mistério acerca de sua morte. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário