Nascido em 10/08/1823, Gonçalves Dias era filho de um comerciante português e de mãe cafuza.

Seu pai lhe deu todo incentivo, matriculando-o nos cursos de Latim, Filosofia e Francês. Em 1840 embarcou para Portugal e matriculou-se no curso de Direito da Universidade de Coimbra.

Gonçalves Dias não foi feliz no amor. Ana Amélia Ferreira do Vale tinha 14 anos quando ele se apaixonou. Foi ela quem seu coração escolheu e quem o inspirou a escrever "Ainda uma vez - adeus"; mas encontrou na família dela o maior obstáculo para a união. 

O motiva dessa barreira foi a origem bastarda e mestiça do pretendente. (O pai de Gonçalves separou-se da mãe assim que ele nasceu e casou-se com outra).

Curiosamente esse era motivo de orgulho para o espírito nacionalista do poeta, uma vez que levava em si o sangue das três etnias formadoras da nação brasileira: branca, negra e indígena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário