23ª conferência da ONU sobre clima em Bona, na Alemanha, presidida pelas ilhas Fiji,  quer melhorar as metas de redução de missões conseguidas no Acordo de Paris, depois do anunciado abandono dos EUA.

Este ano a 23ª Conferência das Partes (COP23) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas, apesar de realizar-se na Alemanha tem pela primeira vez um arquipélago do Pacífico, as ilhas Fiji, ameaçadas pela subida do nível do oceano provocado pelo aquecimento global.

*Delegação brasileira presidida pelo Ministro do meio Ambiente Sarney Filho, (de uma tradicional família que vem sugando recursos no Brasil), passa a impressão de que lá foram fazer turismo em hotéis de luxo e restaurantes caros.

Nosso país tem a cada dia, aumento absurdo de gases poluentes e nada se vê fazer para conter abusivas práticas nas nossas ruas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário