Yo Soy Fidel é um relato do funeral do líder cubano retratado por jornalistas pato-branquenses

No dia 26 de novembro de 2016 faleceu o líder da revolução cubana, Fidel Castro Ruiz. 

Tão logo o seu irmão, Raúl Castro, fez o anúncio em rede nacional de televisão e a notícia espalhou-se pelo mundo, dois jornalistas de Pato Branco, Gibran Mendes e Leandro Taques, começaram a articular uma viagem para Cuba com o objetivo de acompanhar esse momento histórico.




Acompanhados do jornalista gaúcho Tadeu Vilani, o trio partiu para a Ilha onde percorreram mais de 2 mil quilômetros entre Havana até Santiago de Cuba, onde aconteceu a derradeira despedida do “comandante”. No trajeto muitas histórias e fotografias que ilustram o livro de 120 páginas que conta com aproximadamente 90 fotografias uma extensa reportagem que retrata a viagem e as homenagens a Fidel Castro.

O livro foi lançado no dia 23 de novembro, em Curitiba, com a participação de cerca de 250 pessoas na capital paranaense.




 Pelos seus guerreiros armados, pela juventude e ousadia de seus projetos nacionais e internacionais,

troféu Patonauta "Pato Altivo" - Os Melhores da Cena Artística e Cultural 2017;
vai para: Gibran Mendes, Leandro Taques e Tadeu Vilani
(foto acima).

Nenhum comentário:

Postar um comentário