Zuza Homem de Mello disseca a trajetória do samba-canção em livro

Em 'Copacabana', o pesquisador conta a história do gênero mais longevo da música no Brasil e os ídolos que consagrou.

Musicólogo  levou 13 anos para escrever a obra. 

A trajetória do samba-canção (1929-1958), um verdadeiro tratado sobre o cancioneiro popular brasileiro

Nesse período, surgiram ídolos de massa, cantou-se histórias de desilusão e dores de cotovelo foram repetidas pelas rádios á exaustão. 

Surgido nas boates do Rio de Janeiro, o samba-canção rompeu as fronteiras de Copacabana e se tornou o gênero mais importante e longevo da música brasileira entre 1946 e 1958, quando nasceu a bossa-nova.

Nenhum comentário:

Postar um comentário