Quem viveu intensamente os anos 1960/80 ou não viveu, tenderá a se apaixonar ao ler o livro.

Uma década de experimentações para serem levadas no fundo da alma.
Vivências tão intensas que se misturaram aos sonhos. 
Delícias, criatividade, paixões, carências, farturas.

Lutas por uma sociedade mais justa, mais voz para as mulheres e acima de tudo, liberdade para o amor.
Pato Branco não ficou de fora dessa revolução; ao contrário, nossa pequena cidade foi grande na inovação de seus personagens, amigos de tantas experiências.
Agora, um livro pretende resgatar um pouco de tudo isso. 

Escrito em crônicas históricas, humorísticas e divertidas, com a participação de duas dezenas de atores da época, mostrará um panorama de comportamento, comunicação, cultura, comunidade, futebol e até política.
Tempos de ouro que gestaram sonhos, trabalhos, estudos, lutas municipais, associações, casamentos, que se projetaram na Pato Branco moderna de hoje.

Nessa história, voltar atrás é replantar um grão; é ver e prestigiar uma geração que viveu o início de um novo Brasil; que continua a viver, através dos nossos filhos e netos, o Brasil de hoje, que se projeta para o futuro.
É relevante que os atores desse passado, hoje empresários e profissionais liberais se sensibilizem, e contribuam para a publicação dessa obra,que será uma vitrine de suas próprias  vivências.

Título: PATO... CONFESSO QUE VIVEMOS
Subtítulo: Olhares e imagens de décadas inesquecíveis 

Autores/organizadores: Rudi Bodanese e Erlindo Rosa.
1ª edição: 600 exemplares. Lançamento previsto para meados de 2018.
48 99679 2353

Nenhum comentário:

Postar um comentário