1987. A casa da Cultura De Pato Branco clamava por um teatro na cidade. Uma comissão de construção foi criada. Após buscas por vários terrenos, optou-se pela atual localização, na rua Itapuã com Jaciretã.

O valioso imóvel pertencia a Delmino Amadori, que num gesto de confiança, o vendeu para Casa da Cultura sob pequena entrada financeira: (mérito na negociação,  do engenheiro  Carlos Alberto Rebello, com Gilson Marcondes (presidente Casa da Cultura) e Airton Moraes da Silva (tesoureiro).

Em reunião do grupo com o então prefeito Astério Rigon, o terreno foi doado para a Prefeitura de Pato Branco, que assumiu o compromisso da construção.

O prefeito Astério, num gesto de grandeza devolveu o dinheiro da entrada à Casa da Cultura.

A foto ao lado, retrata a ESCRITURA PÚBLICA DE DOAÇÃO do terreno, da Casa da Cultura para a Prefeitura, registrada no 2º Tabelião / Pedro Paracena.

*Em breve, resgate do Mutirão Pró Teatro, com muitos nomes e importantes contribuições.

(Rudi 48 99679 2353).

Nenhum comentário:

Postar um comentário