Rota 66, livro do jornalista investigativo Caco Barcellos - sobre a brutalidade da polícia - será transformado em filme.

"Se eu tivesse morando na Suíça, eu tinha de estar mostrando o universo dos ricos todo dia. 
                                  Mas a gente mora numa grande Etiópia de mais de 100 milhões de pessoas pobres e miseráveis. E acho que eles têm que ter uma voz ativa, um retrato mais forte que as minorais que não passam de 1% da sociedade brasileira".

                              "A intenção inicial de Caco em "Rota66" era demonstrar 'o absurdo que é um país contrário a pena de morte praticá-la cotidianamente contra bandidos".

 "Ele diz que ficou 'extremamente assutado' ao constatar, após sete anos de investigação, que a violência se dava 'não contra os bandidos, mas contra os pobres"

                        *Foto e texto: Folha de São Paulo domingo 29/04/2018. 
                                             (Comprar jornal é apoiar o jornalismo profissional).

Nenhum comentário:

Postar um comentário