A Pato Branco das décadas 1960, 70 e 80 perdeu um de seus importantes filhos, Ariosto Moraes.

Filho dos farmacêuticos Olmiro e Angelina Moraes, Ariosto foi um dos grandes protagonistas da geração 70 pato-branquense.

Deixa grande saudades na família e em nosso grupo de amigos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário