"O Brasil pode economizar 100 bilhões de reais por ano se atacar fatores de risco à saúde, como o sedentarismo e o consumo excessivo de álcool"

"População no Brasil está ficando mais idosa, porém continua pobre e desigual.

 Segundo o Organização das Nações Unidas, por aqui, o cidadão pobre leva nove gerações para atingir a renda média nacional, enquanto na Dinamarca são necessárias apenas duas".

País como o nosso em que governantes não são comprometidos com o bem estar dos cidadãos, se vê crescer imensamente os maus hábitos, culto aos vícios e à cultura vulgar.

Amigo lembra que ontem (16/07), notícia na Rádio Celinauta de Pato Branco informou que um grupo em comemoração próxima ao parque de exposição da cidade (no fim de semana), deixou no lixo acumulado, 52 garrafas vazias de vodca...

* Texto entre aspas: Revista Exame 1165 (Editora Abril) de 11/07/2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário