Em comentário na Rádio CBN (SP) a economista Mirian Leitão ao ser lembrada de data histórica no sul, disse: - "Não posso esquecer de 20 de setembro".

...que Revolução Farroupilha! Cultura no Brasil é novela, Ana Maria Braga, Faustão, Luciano Huck, Jornal Nacional...

RESUMO: 

Também conhecida como Revolução Farroupilha, A Guerra dos Farrapos foi um conflito regional contrário ao governo imperial brasileiro e com caráter republicano. Ocorreu na província de São Pedro do Rio Grande do Sul, entre 20 de setembro de 1835 a 1 de março de 1845.  

Causas principais:
- Descontentamento político com o governo imperial brasileiro; 
- Busca por parte dos liberais por maior autonomia para as províncias; 
- Revolta com os altos impostos cobrados no comércio de couro e charque, importantes produtos da economia do Rio Grande do Sul naquela época; 

- Os farroupilhas eram contrários a entrada (concorrência) do charque e couro de outros países, com preços baratos, que dificultada o comércio destes produtos por parte dos comerciantes sulistas.

Os desdobramentos do conflito 

- Em setembro de 1835, os revolucionários, comandados por Bento Gonçalves, tomaram a cidade de Porto Alegre, forçando a retirada das tropas imperiais da região.

- Prisão do líder Bento Gonçalves em 1835. A liderança do movimento passa para as mãos de Antônio de Souza Neto. 
- Em 1836, os farroupilhas conquistam várias vitórias diante das forças imperiais. 

- Em 11 de setembro de 1836 é proclamada, pelos revoltosos, a República Rio-Grandense. Mesmo na prisão, os farroupilhas declaram Bento Gonçalves presidente.

- No ano de 1837, após fugir da prisão, Bento Gonçalves assume de fato a presidência da recém-criada República Rio-Grandense. 


- Em 24 de julho de 1839, os farroupilhas proclamam a República Juliana, na região do atual estado de Santa Catarina.

(www.suapesquisa.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário