Quando o último a acreditar em minha fotografia se manifestar, lembrarei das cinco... décadas de registros, como esse em preto & branco, da Cláudia Blonkoski.

Fotografada em Pato Branco, ano 1990.

(acervo dela).

Nenhum comentário:

Postar um comentário