"Você não cansa de tocar Bossa Nova, não cansa de ouvir. Tem sempre aquele frescor".

Sérgio Mendes, músico brasileiro oriundo do samba, bossa nova, jazz latino... nos anos 1960.

Mudou-se para os Estados Unidos onde fez sucesso e fortuna.

*Na foto: Danúbia Mendes, diante de uma tela Tom Jobim, de autoria de Luciano Martins, pintor de sucesso em Florianópolis.

Foto: Rudi Bodanese 26.11.2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário