IVO CANTU E O FOGUINHO BERTASSO NO BAR 17

1964. Feriado de Corpus Cristie. O Bar 17 de Adelar Sartori, ao lado do Cine Avenida na Tupi estava lotado.

Num bolinho estavam Ivo Cantu, Foguinho Bertasso, João Gualberto Gaspar, Carlos e Cleone Colla...

Conversa vai, conversa vem - Num dado momento, eles ouviram uma cantoria de muitas vozes que vinha de longe, aumentando gradativamente.
 Logo foram até a porta e se depararam com uma procissão que descia a avenida Tupi, entoando cânticos religiosos, tendo na frente os freis Sérgio, Policarpo e Eugênio cercados por coroinhas e ministros da igreja.

Imediatamente, a turma sentiu aquela sensação de culpa pela falta de frequência na igreja; no que foram aliviados pelas sábias palavras do Ivo: - "É melhor estar no bar pensando na igreja, que na igreja pensando no bar".

Com a proximidade do corso, deu pra ouvirem claramente o canto: "queremos Deus que é nosso rei... queremos Deus que é nosso pai..."

O Foguinho que já estava inspirado por umas três, emendou: "Não querem nada hein Ivo!!!"

(Recolhida por Rudi Bodanese)

Um comentário:

Marcia Moraes Carraro disse...

A foto é do bar do seu Arlindo e não o bar 17!

Postar um comentário