Ademar Forcelini, pato-branquense geração 60/70 - hoje em Cascavel (Pr).

Ele é um dos que sempre apoiaram o Patonauta, além de visitas frequentes neste blog - adquiriu a camiseta que usa na foto, e o livro PATO CONFESSO QUE VIVEMOS.

A HISTÓRIA DO LIVRO:

Em 2013 Erlindo Rosa e Rudi Bodanese, convidaram representantes de famílias para escreverem crônicas para o livro PATO BRANCO - Em 50 Anos, da Enxada ao Parque Tecnológico.

Entre dificuldades, perda de parte do acervo de crônicas, novos convidados foram inseridos entre os autores e o livro PATO CONFESSO QUE VIVEMOS foi finalizado em 2018, na cidade de Florianópolis, por Rudi Bodanese.

Nenhum comentário:

Postar um comentário