Criação em parede da Biblioteca Pública do Paraná (rua Ébano Pereira) a um quilômetro do Largo da Ordem, retrata bem o espírito pato-branquense: o querer e o saber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário